sábado, 29 de outubro de 2011

Por quê? (259) Cai neve, cai lá do céu




A neve tomou conta de Ashburn Village neste sábado




Cláudio Amaral

Cometemos uma loucura, Sueli e eu, aqui em Ashburn Village, no Estado da Virginia, nos Estados Unidos.

Saímos de casa, na Downington Court, quando ainda faltavam 10 minutos para as 18 horas locais e voltamos às 18h35 (20h35 em São Paulo).

Caminhamos por 45 minutos em torno do Lake Ashburn.

Fizemos uma volta completa sob tempo adverso.

Ora chovia, ora nevava.

Mas nós dois não desistimos em momento algum.

Nem pensamos em desistir, dar meia volta e retornar para a residência do genro, da filha e dos netinhos.

Fomos devagar, é verdade.

Nada de passos firmes e fortes como na caminhada que fiz ontem (sexta-feira) à tarde.

Com passos firmes e fortes eu dei uma primeira volta em 25 minutos (lembram-se?) e uma segunda em 23 minutos.

Mas neste sábado não foi possível cumprir o mesmo desempenho.

Seria perigoso, muito perigoso, andar rápido num piso molhado.

Molhado pela chuva e pela neve.

Alias, nas cinco pontes que atravessamos pelo caminho, tivemos um cuidado adicional: procuramos pisar nas marcas deixadas pelos pedestres anteriores.

E os pedestres anteriores não eram muitos, não. Encontramos no máximo três caminhantes como nós.

Isso foi uma prova mais do que concreta de que o tempo era adverso.

Fazia um frio que não enfrentávamos há anos. Eu, desde que fui a Nova Iorque, em meados dos anos 1970. Sueli, desde foi à Itália, em 2008.

Na Itália, ela vira neve. Quase pirou. Saiu do hotel em Gubbio (na região onde nasceu e morreu São Francisco de Assis) e se pôs a gritar de alegria em meio aos flocos brancos que caiam do céu.

Eu, não. Nunca havia dado de cara com a neve. Só hoje, em Ashburn Village (segundo o Jornal Nacional deste sábado, houve uma nevasca em toda a Costa Leste dos Estados Unidos, incluindo nossa vizinha Washington).

Foi demais. Emocionante. Indescritível. Inenarrável.

Por quê?Ah... e você ainda pergunta por que, caro e-leitor?



(*) Cláudio Amaral clamaral@uol.com.br é jornalista desde 1º de maio de 1968.



29/10/2011 21:11:58

Nenhum comentário: