quinta-feira, 25 de agosto de 2011

Por quê? (246) Felicidade renovada


Cláudio Amaral

Sempre – ou pelo menos desde que me conheço por gente – fui uma pessoa feliz.

Meus familiares e Amigos sabem bem disso.

Eles sabem o valor que dou para a vida, para eles e para todos que sempre procuraram me ajudar, me ver feliz.

Ainda que eu não mereça, estou sempre procurando valorizar aquilo que recebo da vida e, em resumo, de Deus Pai Todo Poderoso.

Minha felicidade é tão grande que procurei agradecer a cada profissional da Prevent Senior (o plano de saúde que Sueli e eu temos desde o final do ano passado), do Hospital Sancta Maggiore/Paraíso/SP (onde fui operado no dia 29 de julho de 2011), a cada parente e a cada Amigo que me telefonou ou me escreveu ou veio me visitar antes e após a cirurgia.

Tudo – imagino – se completou nesta quinta-feira, dia 25 de agosto de 2011, com a visita que fiz ao Dr. Gentil Silva, na Prevent Senior da Rua São Carlos do Pinhal, proximidades da Avenida Brigadeiro Luiz Antônio, no Bairro da Bela Vista, aqui em São Paulo.

Tentei falar com Dr. Gentil logo que voltei para casa, no dia 31 de julho de 2011.

Queria contar a ele que havia feito a cirurgia recomendada. Mas, por telefone, me informaram que Dr. Gentil estava em férias.

Programei-me e estive lá ontem, mas logo que cheguei ao 3º andar do prédio da Prevent Senior, a atenciosa Priscila me disse que ele só voltaria nesta quinta-feira.

Pedi a ela e Priscila falou com a Dra. Thais Marangom, que gentilmente me deu uma receita para a compra do Cloridrato de Sertralina 50mg que havia acabado no dia 23 e que eu precisava tomar ontem, sem falta.

Procurei dormir bem e acordar cedinho nesta quinta-feira. Antes das 8 horas da manhã estava sentado junto à porta do consultório do Dr. Gentil Silva.

Logo que Priscila o avisou, ele abriu a porta, me chamou e me atendeu com um largo sorriso.

Contei, então, que havia me submetido à cirurgia recomendada por ele. No ato, Dr. Gentil examinou meu couro cabeludo, elogiou a evolução da cicatriz e me perguntou qual o neurocirurgião que havia me operado.

Falei a ele e elogiei a competência do Dr. Diogo Lins. Referi-me, também, ao Dr. Franz Onishi, que me visitou três vezes durante minha internação e que foi o autor da minha liberação para voltar para casa.

Em seguida, Dr. Gentil me deu todas as receitas que vou precisar para a compra dos remédios que me acompanharão na viagem aos Estados Unidos, a partir do próximo dia 18 e provavelmente até o dia 15 de dezembro deste ano.

Ao encerrar o atendimento – para mim super especial – Dr. Gentil deu mais uma prova do seu espírito humanitário: deu-me um abraço inesquecível e repetiu mais uma vez que estava muito feliz.

Assim que me despedi de Priscila, na recepção, fiz o caminho de volta, novamente pela escadaria do prédio.

Liguei para Sueli, que está em Santos, tendo aulas com a querida Ana, na Casinha de Retalhos, e tomei o rumo de casa, na Aclimação.

Vim para casa com a felicidade renovada.

Por quê?

Ah... e você ainda pergunta por que, caro e-leitor?

(*) Cláudio Amaral clamaral@uol.com.br é jornalista desde 1º de maio de 1968.

25/8/2011 10:04:53

Nenhum comentário: