sábado, 1 de março de 2008

Por quê? (52) Educação

Cláudio Amaral

Você se considera uma pessoa educada, meu caro e-leitor?

Minha pergunta é motivada pelas inúmeras manifestações de falta de educação que tenho observado a todo instante pelas ruas, avenidas e alamedas de São Paulo.

Pelas calçadas, passeios públicos, passarelas e parques também.

Pois bem, na dúvida ou na certeza a respeito de você ser ou não uma pessoa educada, me responda:

1) você diz “bom dia” ao acordar ou dar de cara com uma pessoa, conhecida ou não, na primeira parte do dia, ou seja, até o meio-dia?

2) você diz “boa tarde” ou “boa noite” com freqüência ou só quando não tem alternativa?

3) você pede “por favor”, “por gentileza”, “com licença”... ou você vai entrando, passando, avançando... sem tomar conhecimento de quem está à sua frente ou ao seu lado?

4) você se diz “agradecido”, “grato”, “Deus lhe pague”... a quem lhe faz um favor ou uma gentileza?

5) você se levanta e dá o seu lugar a uma criança ou um adulto de mais idade ou a uma pessoa do sexo feminino (caso você seja do sexo masculino)?

6) você respeita a faixa de pedestre quando está dirigindo um veículo motorizado e permite que as pessoas cruzem a rua na sua frente, especialmente quando não existe sinal luminoso para pedestre ou vai em frente?

7) você respeita o sinal vermelho, pára e espera sua vez, esteja de carro ou a pé?

8) você é daqueles que acelera o automóvel (ou o caminhão ou o utilitário ou o ônibus) quando vê que o semáforo vai amarelar e ou avermelhar no seu caminho?

9) você é do tipo que gosta de levar vantagem em tudo ou é um legalista?

10) você costuma azeitar a mão de quem pode dar um jeitinho a seu favor, mesmo sabendo que alguém será prejudicado?

11) você pára e dá atenção a uma pessoa visivelmente necessitada que te aborda na rua ou toca a campanhia de sua residência ou simplesmente passa reto ou bate a porta na cara do seu semelhante?

12) você costuma ser solidário com os seus semelhantes, conheça ou não a(s) pessoa(s)?

13) você pára e oferece ajuda a quem, por exemplo, está com dificuldade para fazer o carro funcionar ou para trocar um pneu, ou passa reto?

14) você faz por sua sogra (ou sogro) tudo o que faria para sua mãe (ou seu pai)?

15) você costuma dar de comer a quem tem fome, de beber a quem tem sede e ou abrigo a quem tem frio?

Afinal, você é ou não é uma pessoa educada?

Por quê?

E você ainda me pergunta por que?

(*) Cláudio Amaral clamaral@uol.com.br é jornalista desde 1º de maio de 1968; professor e orientador de jovens jornalistas; palestrante e consultor de empresas para assuntos de comunicação institucional e criador do http://blogdoclaudioamaral.blogspot.com e do http://aosestudantesdejornalismo.blogspor.com.

29/2/2008 14:37:00

Nenhum comentário: